You need to install the flash player to view this site.

O nosso website utiliza cookies para o ajudar a obter a melhor experiência de utilização.  Ao utilizar o nosso site está a concordar com a aceitação de cookies no seu computador.  Para mais informações, clique em Cookies.

Higiene em jardins de infância e em centro de dia

Em média, uma criança constipa-se 8 vezes por ano. Rotinas de higiene adequadas em jardins de infância combatem constipações, gripes e outras infecções e vírus entre as crianças e o pessoal.

Quando os pais deixam os filhos no jardim de infância, querem ter a certeza de que estes ficam num ambiente higiénico e seguro. As infecções representam uma ameaça para a saúde das crianças e transmitem-se através da comida, fluidos corporais e do contacto próximo com outras crianças e com o pessoal. As rotinas implementadas nos centros de dia resultam em pessoal, crianças e pais mais satisfeitos e saudáveis, menos ausências motivadas por doença, menos dias de baixa e, numa perspectiva mais abrangente, contribui para a diminuição dos tempo de espera em centros de saúde, menos custos médicos e menos gastos de impostos por parte do governo. Os dispensadores de toalhas de papel Tork® e os dispensadores de sabonete Tork® podem ser colocados estrategicamente em centros de dia para lembrar o pessoal de que a higiene das mãos se transmite. Enquanto funcionário de um jardim de infância, o nosso futuro está, literalmente, nas suas mãos!

Rotinas de Higiene no Cuidado das Crianças

Num jardim de infância onde a questão da higiene é levada a sério, as crianças são ensinadas a tossir contra o braço e saem diariamente para brincar no exterior, onde o risco de contaminação é significativamente menor do que no interior. Durante os períodos de infecção, ao brincar no interior, o contacto entre crianças é limitado. Estas precauções são tomadas para reduzir o risco de contaminação do ar. As mãos são lavadas regularmente, a área de muda das fraldas é limpa imediatamente e as toalhas descartáveis Tork® são utilizadas para evitar a transmissão de infecções e vírus respiratórios. O pessoal é instruído para lavar as mãos visivelmente sujas, depois de utilizar a casa-de-banho ou de ajudar uma criança a ir à casa-de-banho, depois de irem ao exterior, depois de mudarem fraldas, antes de comer e de manusear alimentos, depois de assoar o nariz ou de ajudar uma criança a assoar o nariz. Mãos secas são mãos cuidadas e o papel é sempre utilizado para a secagem, uma vez que é a alternativa mais higiénica.